Um homem foi preso após se tornar o principal suspeito de planejar um assassinato contra o presidente Jair Bolsonaro, na última sexta-feira (29/11). Ele trabalhava como faxineiro de uma empresa terceirizada, contratada pelo Exército de Três Corações, no sul de Minas Gerais. O jovem, de 25 anos, teria publicado um vídeo nas redes sociais mostrando detalhes do plano, um dia antes de uma solenidade na Escola de Sargentos das Armas (ESA), na qual o presidente esteve presente.

LEIA MAIS: Leitores do Aratu On indicam os melhores acarajés de Salvador; confira (e nos conte)

O suspeito chegou a ir quartel no dia do evento, mas foi denunciado por uma pessoa que viu o vídeo na rede sociai. Assustado, ele voltou para casa, onde foi detido pela polícia. Em uma das publicações, que já foi apagada, o suspeito escreve na legenda: "Preparando minha faca para o Bolsonaro".

Em depoimento à polícia, ele alegou ser de centro-esquerda e disse que fez as postagens por "ironia" e "inconformismo político". Ele será investigado por crime contra a segurança nacional e pode pegar entre 3 e 10 anos de reclusão.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.