A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a América do Sul como o "novo epicentro" da pandemia do novo coronavírus, e destacou que o Brasil é o paí mais afetado da região. A declaração foi dada pelo diretor de emergências da entidade, Michael Ryan.

"Em um sentido, a América do Sul se transformou em um novo epicentro da doença. Vimos muitos países com números aumentando de casos e claramente há uma preocupação em muitos desses países. Mas o mais afetado é o Brasil", declarou Ryan, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22/5). 

Apesar da maioria dos casos da doença terem sido registrados nos estados de São Paulo, Ceará e Rio de Janeiro, a organização fez um alerta para o estado do Amazonas, que possui uma taxa maior de incidência, com 490 casos para cada 100 mil habitantes. "É uma taxa de ataque bem alta", comentou o diretor. 

Mundialmente, o Brasil tem o segundo maior número de novos casos registrados da doença nas duas últimas duas semanas, superado apenas pelos Estados Unidos. A OMS declarou, ainda, que a situação em países como Peru e do Equador também preocupam. 

LEIA MAIS: Brasil ultrapassa 20 mil mortos por Covid-19; 1.188 óbitos foram registrados nas últimas 24h

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.