O número de feminicídios subiu quase 45% na Bahia entre os anos de 2018 e 2019. No ano passado, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) registrou 101 casos, contra 70 no ano anterior. Os dados foram apresentados na manhã desta segunda-feira (13/1) pelo secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, em coletiva realizada no Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. 

“Este é um dos nossos principais desafios. Apesar dos esforços da SSP e de outros órgãos, o aumento do feminicídio é uma realidade, não só da Bahia, mas em todo o país. Estamos engajados com a SPM, o MP, a Defensoria Pública e outros órgãos da rede de proteção à mulher para mudarmos essa realidade”, afirmou o secretário. Na ocasião, ele anunciou o lançamento da Operação Ronda Maria da Penha em mais nove municípios baianos.

LEIA MAIS: Exclusivo! Novos ônibus de Salvador estão circulando de forma irregular e podem ser apreendidos

Apesar disso, os Crimes Violentos Letais e Intencionais caíram. Quinhentas e trinta e uma vidas foram preservadas de janeiro a dezembro de 2019, se comparado com o ano de 2018. Os números refletem a queda de 9,4% nos homicídios, latrocínios e lesão corporal seguida de morte. Na capital, a redução foi de 11, 4% (-131), seguido pelo interior com – 9,7% (-370) e pelas cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS), que computaram – 4,5% (-30). 

Outra estatística levantada e apresentada pela própria SSP é o de roubos a instituições financeiras. Em 2019 foram computados 17 casos a menos de roubos a bancos no estado, se comparado o mesmo período de 2018, sendo registrados 49 ocorrências em toda a Bahia. O interior do estado alcançou o maior índice de queda, com  -42% de registros, seguida por Salvador com -14%. 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.