Oito pessoas foram denunciadas ao Ministério Público da Bahia (MP), acusados de envolvimento na tentativa de homicídio de Guilherme Carneiro Carvalho, ocorrida durante o "Festival de Verão" em 2016. A denúncia foi acolhida pela Justiça nesta segunda-feira (12/8).

De acordo com o órgão, os empresários Yves Muller, Patrick Andrade e Pedro Paulo Mota Muniz, os seguranças Robson Emanuel Cavalcante, Alesson Pereira Lima e Daniel Mota dos Santos, o agente penitenciário Yure Fonseca Alves e o delegado de Polícia Civil, João Roberto Guimarães, forma indiciados por terem participação na ação que resultou no arremesso da vítima de uma balaustrada, com 12 metros de altura.

Segundo as investigações, antes de Guilherme ter sido arremessado, ele teria sido rendido pelos acusados e espancado, por se envolver em uma briga no camarote. O jovem foi socorrido por outras pessoas que estavam no local, e por isso, não foi a óbito. 


LEIA MAIS: Vídeo mostra momento que mulher morre após receber soco em briga


Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.