Após mais uma noite com sequência de ações criminosas ocorridas em Salvador, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia informou, mais uma vez,  que a Polícia Civil está investigando todos os atos. Porém, ressaltou que as atitudes ilícitas, segundo investigações, possuem ligação direta com o grupo que convoca greve e busca instalar o caos.

Os ataques criminosos começaram a acontecer na capital baiana, desde a noite da última terça-feira (8/10), após o anúncio de uma greve de policiais militares baianos feito por integrantes de uma associação que representa a categoria. O governador do estado, Rui Costa,  no entanto, atribui o suposto movimento grevista a um grupo que tenta aterrorizar a sociedade, através do aplicativo WhatsApp.

Rui disse que espera pelas mãos firmes dos ministérios público do estado e federal, buscando responsabilizar atitudes isoladas e criminosas de pessoas que querem coagir e constranger a população baiana.

LEIA MAIS: Criminosos voltam a causar pânico e terror em bairros de Salvador; viatura da PM é metralhada

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.